Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Companhia de Gás do Ceará criou uma força tarefa, trabalhou dia e noite e conseguiu montar uma estrutura para levar gás natural canalizado ao Hospital Leonardo da Vinci, que vai atender pacientes portadores do coronavirus no estado. Nos últimos dias, o gás natural canalizado da Companhia de Gás do Ceará foi ligado no Hospital Leonardo da Vinci, localizado no Centro de Fortaleza, para atender pacientes diagnosticados com o coronavirus. O gás natural servirá para a cocção dos alimentos destinados aos pacientes e aquecimento do sistema de água do estabelecimento.

A unidade pertence à iniciativa privada, dispõe de 230 leitos, 30 leitos de UTI e foi requisitada pelo Governo do Ceará para dar suporte a eventuais confirmações da doença no Estado. Segundo o Governo, o encaminhamento dos pacientes será por meio da Central de Regulação do Estado, ou seja, será um hospital de retaguarda das unidades de atendimento e não é emergência.

A Companhia de Gás do Ceará é uma empresa de economia mista e iniciou suas operações em 1994 com a missão de fornecer gás natural canalizado e soluções energéticas para o desenvolvimento do Ceará. Com uma rede de gasodutos espalhados pelo Estado, a Companhia de Gás do Ceará fornece essa importante fonte de energia para indústrias, comércio, veículos e residências. Além de ser mais econômico, seguro, limpo e confortável do que os demais energéticos, já que o seu fornecimento é contínuo, cerca de 13% do gás distribuído pela Companhia de Gás do Ceará é totalmente renovável e é gerado pelo biogás produzido no aterro de lixo da Região Metropolitana de Fortaleza.

 

 

 

 

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp