Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo (Seas) em parceria com o Núcleo de Fitoterápicos da Coordenadoria de Assistência Farmacêutica(Nufito), vinculado à Secretaria de Saúde do Estado do Ceará, está realizando atividades de uma Farmácia Viva dentro do Centro Socioeducativo Dom Bosco. O projeto consiste no cultivo de plantas medicinais para a preparação de remédios caseiros.

Durante a atividade, adolescentes em cumprimento de medida de internação, recebem orientações do farmacêutico, Gilvan Sousa, sobre as funcionalidades de plantas medicinais popularmente conhecidas em nossa região, e como manusear seu plantio, e em seguida dar continuidade até o processo de confecção de chás, xaropes e até sabonetes.

O professor explica o processo e as plantas utilizadas nas atividades.

“Depois que eles aprendem a preparar o solo, cuidar das plantas, eles aprendem a preparar os fitoterápicos. Atualmente utilizamos a erva-cidreira, o capim-santo, o malvarisco, a hortelã japonês e o chamba, se junta o chambá, a hortelã e o malvarisco para fazer xarope; e a cidreira e o capim santo para fazer os chás ansiolítico. Posteriormente teremos a citronela, que vai servir para fazer repelentes e o alecrim-pimenta que serve para fazer sabonete.

Com apoio da equipe técnica da unidade, os adolescentes estão sendo instruídos diariamente para que possam ser multiplicadores dentro e fora das unidades, como retratar o jovem L.E, que afirma que já conhecia as plantas por conta que sua avó fazia chás para toda a sua família, e está feliz com a oportunidade de aprender principalmente sobre o meio ambiente.

“Aqui na Farmácia Viva nós costumamos regar as plantas, cuidar muito bem delas que é uma forma de ajudar o meio ambiente e também de nos ajudar, já que essas plantas medicinais nos leva a remédios, algo que precisamos para o nosso corpo. É muito bom pois isso vamos levar para o resto de nossas vidas.”, reforça. Além do Dom Bosco, o Centro Socioeducativo Canindezinho também terá atividades de uma farmácia viva.

Implantação

Por meio da parceria com o Nufito, as mudas são levadas até a unidade para serem trabalhadas durante as atividades com os adolescentes.

 

 

 

 

 

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp