Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), reuniu, nesse sábado, 10, membros do governo e do Judiciário para avaliar, definir ações e traçar planos objetivando dar celeridade às investigações sobre a chacina do Benfica, que vitimou sete pessoas na ultima sexta-feira, 9. O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), e o presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho (PDT), participaram do encontro n Palácio da Abolição.

Camilo convocou toda a cúpula de segurança e determinou reforço imediato nas ações ostensivas e preventivas na Capital e Região Metropolitana, além de aumentar número das equipes de investigação para que os envolvidos no massacre sejam identificados e presos “o mais rápido possível”.

Ele ainda conversou com membros do judiciário e do Ministério Público para definir ações conjuntas. Na próxima segunda-feira, 12, uma nova reunião deve acontecer com representantes dos três poderes e diretores dos clubes Ceará e Fortaleza para discutir questões que envolvem torcidas organizadas. O MPCE pediu a extinção das torcidas organizadas.

Com informações O Povo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp