Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Pelo menos cinco bancos no Ceará foram denunciados por clientes por desrespeitarem o tempo mínimo de atendimento para quem está na fila. O Procon Fortaleza ingressou nesta terça-feira, na Justiça Federal no Ceará, com Ação Civil Pública pedindo indenização individual para consumidores que esperaram por atendimento por mais de 15 minutos.

De acordo com Lei Estadual, clientes devem ser atendidos nas agências bancárias por até 15 minutos de espera em dias normais e por até 30 minutos em vésperas ou dias imediatamente seguintes a feriados. Mas isso quase não acontece. E as reclamações nas portas das agências são comuns.

Diante do problema, o Procon Fortaleza decidiu intervir.  Os bancos denunciados por desrespeito a lei estadual foram Banco do Brasil, Caixa Econômica, Itaú, Bradesco e Santander. Alvos de cerca de 30 denúncias feitas no ano passado.

O Procon Municipal pede na ação o pagamento pelos bancos de uma indenização individual para o consumidor prejudicado, além de uma multa de R$ 100 mil reais pelo desrespeito ao tempo de atendimento e mais R$ 100 mil no caso das prioridades para idosos e gestantes.