Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Os profissionais que atuam na Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) percorrem os céus do Ceará para desenvolver ações que ultrapassam trabalhos policiais e auxiliam no socorro à vida dos cearenses. Nesta quarta (12), equipes da Ciopaer foram responsáveis por transportar dois pacientes para realizarem transplantes de fígado. O caminho aéreo, além de ser mais rápido, proporcionou mais conforto e melhor atendimento a eles.

Gabriel Araújo do Nascimento, com três anos de idade, é um dos pacientes. O garoto foi levado de Fortaleza até São Paulo com um único objetivo: receber um fígado novo. A criança fez a viagem abordo de um jato executivo de uma empresa local, fretado pelo Governo do Estado. Mas Gabriel não foi só. Ele seguiu viagem acompanhado por um médico e uma enfermeira do SAMU/Ciopaer, que prestaram toda assistência ao menino. A decolagem em Fortaleza se deu por volta de 10 horas desta manhã e, pouco depois de 13h, o avião pousou no aeroporto de Jundiaí e o garoto seguiu de ambulância para fazer o transplante.

Enquanto Gabriel era levado para São Paulo, outro paciente, identificado como Francisco Reginaldo Nunes da Silva (45) também foi conduzido pela Ciopaer para fazer transplante de fígado. O homem foi transportado do Hospital Regional do Cariri, em Juazeiro do Norte, para o Hospital Universitário Walter Canídeo, em Fortaleza, na aeronave Fênix 07 da própria Ciopaer, equipada com Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O transporte dos pacientes, com o auxílio do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi solicitado à Coordenadoria pela Central de Transplantes da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (Sesa).

Fonte: SSPDS