Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Pré-candidato a Presidente da República, Ciro Gomes (PDT) usou as redes sociais nesta quinta-feira, 27, para criticar a decisão do Presidente Jair Bolsonaro (PL) de revogar decretos de luto oficial, publicados na gestão de ex-presidentes do Brasil. “é uma negação como presidente, negacionista por vocação e estúpido por natureza”, disse Ciro, na postagem.

O pedetista comparou o ato de Bolsonaro as negações de integrantes da Ditadura Militar (1964/85), que não concederam atestados de óbitos aos desaparecidos que se insurgiram contra o Regime: “Cassar luto oficial de “heróis” como o cientista político Darcy Ribeiro é assumir a mesma identidade e digital dos que negaram atestado de óbito aos desaparecidos nos porões da ditadura militar”.

Ciro concluiu, dizendo que o Presidente tem os Militares que estiveram no poder naquele período como ídolos: “Para Bolsonaro, aqueles facínoras são mitos e heróis. Para a história, criminosos indefensáveis. Este tipo de decreto da história ninguém consegue cancelar.”

O Palácio do Planalto justificou a decisão tomada em novembro de 2021: “Trata-se de decretos já exauridos, que tiveram efeitos por determinado período (de luto)”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp