Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O pré-candidato à Presidência e ex-ministro, Ciro Gomes (PDT), afirmou nessa segunda-feira, 8, que a intenção de votos em Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para 2018, aumentou devido o posicionamento  de “perseguido político” do ex-presidente. A pesquisa é do dia 30 de abril, feita pelo Instituto Datafolha.

Para o ex-governador cearense, Lula é integrante de um “sindicato de políticos” que querem o fim da Operação Lava-Jato, Além disso, Ciro classificou a possível candidatura de Lula como um “desserviço ao país”. As declarações foram feitas em um encontro com universitários no Rio de Janeiro.

Segundo o Datafolha, Ciro tem entre 5% e 12% das intenções de votos. Já Lula aparece com 29% a 31%. Em dezembro, o levantamento mostrou índices de 25% a 26% para o petista. Apesar de ser pré-candidato, Crio Gomes já se manifestou como fora da disputa caso Lula realmente se candidate à presidência. Para ele, ficaria “difícil” para o eleitorado o identifica-lo em uma disputa eleitoral polarizada.

Ainda em seu discurso, o ex-governador questionou a legitimidade de um novo governo Lula na tomada de “medidas necessárias” para o país, exemplificando a necessidade de assinatura de acordo de leniência com as empreiteiras.  Ciro também criticou a agenda do governo Michel Temer sobre suas propostas para a economia e defendeu, sobretudo, a redução das taxas de juros para um patamar “não superior a 6%”.