Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A Comissão de Seguridade e Saúde da Assembleia Legislativa aprovou, nesta quinta-feira (03/10), em reunião ordinária, quatro projetos de indicação e um requerimento.

Entre os indicativos, o 170/2019, do deputado André Fernandes (PSL), trata da criação do programa de apoio psicológico voltado ao acompanhamento de policiais civis e militares, bombeiros militares e inspetores de segurança e administração penitenciária vítimas de traumas decorrentes do exercício funcional.

Do deputado Marcos Sobreira (PDT), o projeto nº 248/19 institui o selo Empresa Amiga da Saúde da Criança.

Já o nº 256/19, do deputado Evandro Leitão (PDT), dispõe sobre o Programa de Assistência Especializada em Epidermólise Bolhosa (EB) na rede pública de saúde do Ceará.

O colegiado deliberou favoravelmente ao projeto nº 288/19 que institui o censo para levantar informações acerca do quantitativo de pessoas com doenças raras, no âmbito do Estado do Ceará. De autoria da deputada Fernanda Pessoa (PSDB), a iniciativa se propõe a nortear o planejamento das políticas públicas que visam promover a inclusão e a assistência integral das pessoas com doenças raras.

Ainda durante a reunião foi aprovado requerimento, de autoria do deputado Antônio Granja (PDT), solicitando visita ao Hospital da Mulher, com o intuito de conhecer o desenvolvimento do trabalho referente à assistência social.

Já o deputado Heitor Férrer (SD) informou sobre o projeto de indicação que vai protocolar na comissão, visando isenção na conta de energia das santas no Estado, e pediu apoio aos parlamentares.

Estiveram presentes os deputados Dra. Silvana (PR), Antônio Granja (PDT), Heitor Férrer (SD), Fernanda Pessoa (PSDB), Lucílvio Girão (PDT), Augusta Brito (PCdoB) e Marcos Sobreira (PDT).

 

 

(*)com informação da AL

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp