Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Uma sessão com poucos minutos de duração marcou a posse, na noite desta quarta-feira, do presidente da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Viçosa do Ceará, Manoel Alves (MDB), no cargo de prefeito do Município. O ato de posse realizado na sede do Poder Legislativo atendeu à determinação do juiz da 35ª Zona Eleitoral, Moisés Brisamar, que resistiu cumprir liminar do ministro do STF, Gilmar Mendes, que estabelecia a diplomação e posse do prefeito reeleito Zé Firmino.

A liminar foi concedida na noite do dia 31 de dezembro, mas, no dia seguinte, Zé Firmino não foi diplomado pela Justiça Eleitoral de Viçosa e, mesmo assim, foi empossado prefeito pela Mesa Diretora da Câmara de Vereadores. Desde a última sexta-feira, a cidade de Viçosa do Ceará tem um clima de instabilidade jurídica, administrativa e política.

Após o vai e vem de despachos e ofícios, o juiz Moisés Brisamar decidiu oficializar, para essa sexta-feira, dia 8, uma nova totalização de votos das eleições de 2020 para, então, cumprir a liminar do ministro Gilmar Mendes e diplomar o prefeito reeleito Zé Firmino. Em princípio, essa é agenda política em Viçosa. O correspondente do Sistema Ceará Agora de Comunicação na Região da Ibiapaba, radialista Carlos Alberto, acompanha de perto os bastidores políticos na cidade de Viçosa do Ceará.

Acompanhe mais informações com o repórter Carlos Alberto:

+Veja mais

Confira o documento:

+Veja mais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp