Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) decidiu, nessa quarta-feira, antecipar a implantação, pelos estados, da nova Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e).

Por meio de uma pequena alteração no texto legal em vigor desde julho deste ano, o conselho responsável por regulamentar as normas de trânsito estabeleceu que os órgãos estaduais devem implantar o novo sistema até 1º de fevereiro do ano que vem. A Resolução anterior determinava que os estados deveriam estar aptos a partir de 1º de fevereiro de 2019.

Segundo a assessoria do Ministério das Cidades, a antecipação foi aprovada em virtude da conclusão do aplicativo para aparelhos do tipo smartphone. Com a mudança, os departamentos de Trânsito (Detrans) podem começar a testar a emissão do documento digital – que será opcional, uma vez que a habilitação impressa continuará sendo emitida.

O aplicativo desenvolvido pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) permitirá aos motoristas terem acesso ao arquivo digital da CNH por meio de seus próprios telefones celulares.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp