Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

“O corte de mais de 41 mil pessoas do programa Bolsa Família, apenas no Ceará, representa um grande retrocesso na política nacional de segurança alimentar, condenando à fome famílias cearenses e trazendo consequências como indignação e prejuízo à educação das crianças na periferia de Fortaleza e no interior” – afirma Chico Lopes (PCdoB)

Liberação da “Bolsa Parlamentar”

“É inacreditável e inaceitável que o Governo Federal, ao mesmo tempo em que libera emendas, recursos e cargos para que deputados votem a favor da permanência de Michel Temer no poder, venha a cortar o benefício social de quem mais precisa, tirando dezenas de milhares de cearenses do Bolsa Família” – enfatiza o deputado federal.

Chico para senador

O PCdoB no Ceará vai postular uma das duas vagas para o Senado, nas eleições de outubro do ano que vem. A informação é do deputado estadual Carlos Felipe, acrescentando que o nome para disputar o cargo vai se o do deputado federal Chico Lopes que, segundo ele, continua desenvolvendo um trabalho muito bom no cargo e que, por isso, merece entrar na disputa. Confirmada a pretensão comunista, Inácio Arruda disputaria a caga de Lopes na Câmara dos Deputados.

Organização judiciária

O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará, Gladyson Pontes, reuniu-se, ontem, 14, com o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque, para tratar de pontos específicos do projeto da nova Lei de Organização Judiciária do Estado, em tramitação no Legislativo. Apesar de já encaminhado o projeto, o desembargador disse que continua coletando sugestões que possam aperfeiçoar a estrutura judiciária do Estado.

Racionalização

O projeto trata da transferência de varas para racionalizar a prestação dos serviços, permitindo a criação de unidades em comarcas com grande demanda. O presidente destacou ainda que a finalidade é promover maior equilíbrio da estrutura funcional e dar maior agilidade ao Judiciário cearense. “O projeto aproxima ainda mais Judiciário e sociedade. Vamos tornar o processo mais célere, aglutinando força de trabalho nos locais mais demandados”.

Justiça eleitoral

A presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, Nailde Pinheiro Nogueira, apresentará aos juízes do Pleno, em sessão na quarta-feira, às 10 horas, minuta de resolução com o resultado do estudo elaborado para implantação do rezoneamento determinado pelo TSE, que define o número de zonas eleitorais a serem extintas no interior do Estado e o número de zonas que deverão ser remanejadas para a capital.

Crise hídrica

A Assembleia receberá, nesta quarta-feira (16), no segundo expediente da sessão plenária, o secretário de Recursos Hídricos do Estado do Ceará, Francisco José Coelho Teixeira, que vai apresentar a situação hídrica do Ceará e as ações desenvolvidas com o objetivo de enfrentar o problema. Essa é a segunda vez que o titular da pasta debate o assunto com parlamentares no plenário da Casa.

Enquanto da Lava Jato não vem

Lula iniciará sua caminhada pelo Nordeste em Salvador, no próximo dia 17. Será o início da caravana “Lula pelo Brasil”, que se encerra no dia 5 de setembro, no Maranhão. Durante a viagem, o ex-presidente percorrerá de ônibus nove estados nordestinos, em uma viagem para conhecer as mudanças que ocorreram na região durante os governos do PT e os desafios atuais da região. Ele ficará até sábado na Bahia.

 

Sei não, viu…

Especialistas reunidos ontem (14), em comemoração ao Dia Mundial da Juventude, defenderam que as políticas públicas de enfrentamento às drogas devem ser menos punitivas e mais humanitárias, tratando a questão como um problema de saúde pública. As discussões ocorreram na Casa da ONU, em Brasília, em parceria com o programa Câmara Ligada, da Câmara dos Deputados.

Tráfico no Brasil

Segundo a ONU, o tráfico de drogas é hoje a principal causa de encarceramento no Brasil. Das mais de 622 mil pessoas no sistema prisional brasileiro, 28% estão presas por tráfico de drogas. Desses detentos, 55% têm entre 18 e 29 anos e 61% são pessoas negras.

Inflação

 

O Nordeste, em julho, apresentou inflação de 0,26%, menor valor para o mês, desde 2014, quando foi registrada deflação de preços em 0,36%. No Brasil, o IPCA registrou inflação de 0,24%. O grupo habitação, de impacto mais relevante na formação do indicador inflacionário da região, apresentou elevação de preços (+1,40%). Entretanto, quatro dos nove grupos pesquisados apresentaram deflação, com destaque para artigos de residência (-0,60%) e alimentos e bebidas (-0,05%).

Inflação 2

A inflação nordestina acumulada em 2017 está em 1,91%, percentual muito inferior aos 5,75% referente ao mesmo período do ano anterior. No acumulado dos últimos 12 meses, terminados em julho, a inflação regional (+3,32%) apesar de apresentar crescimento dos preços acima dos níveis nacionais (+ 2,71%), supera novamente o recorde observado no acumulado do mês anterior. Alcança assim a inflação anualizada mais baixa já calculada desde dezembro de 2008, quando se iniciou a pesquisa elaborada pelo Etene para a região, a partir de dados do IBGE.

Regiões Metropolitanas

A Região Metropolitana do Recife permanece com a inflação mais alta do Brasil: 4,24% no acumulado dos últimos 12 meses. Fortaleza (+3,65%) ficou com o terceiro lugar nacional. Já Salvador assinalou o menor índice entre as capitais nordestinas (+2,54%). Entre os itens de maior elevação de preços em julho, destaca-se a energia elétrica residencial, que figurou entre as maiores elevações de preços nas três regiões metropolitanas objeto da pesquisa do Etene: Recife (+4,51%), Salvador (+4,41%) e Fortaleza (+3,50%).