Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A menina de nove anos baleada em uma tentativa de assalto no início da noite de quarta-feira, na Avenida Engenheiro Santana Júnior, Bairro Papicu, está em casa e passa bem. As informações são do pai da vítima, que não quis ter o nome divulgado.

De acordo com o pai, a mãe é quem está “mais abalada”. Segundo ele, as duas meninas estão “psicologicamente bem”. De acordo com uma testemunha, a mãe e as meninas estavam em um ponto de ônibus não perceberam o assalto, mas correram quando perceberam a movimentação das outras pessoas no local. Alguns metros depois, a criança reclamou de dor nas costas e a mãe identificou a perfuração.

Uma unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e socorreu a família. Segundo a testemunha, foram disparados mais de três tiros durante a confusão. De acordo com a Polícia Militar, um dos suspeitos também foi baleado em troca de tiro com os policiais e fugiu. Os policiais trabalham para tentar identificar e prender os suspeitos.