Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Neste final de semana, a vacinação contra a Covid-19 prossegue na Capital. De 09h às 17h, a Prefeitura de Fortaleza pretende vacinar cerca de 25 mil pessoas por agendamento para primeira dose infantil e terceira dose.

Além disso, haverá atendimento de primeira dose para fortalezenses a partir de 12 anos, cadastrados há mais de 48h no Saúde Digital, em pontos específicos, conforme descrição abaixo.

3ª dose da vacina contra Covid-19 sem agendamento

A Prefeitura de Fortaleza liberou a terceira dose da vacina contra Covid-19, mesmo sem agendamento prévio, para aqueles que completaram o intervalo de quatro meses da segunda dose. Atualmente, os locais destinados para este público está sendo exclusivamente nos shoppings Iguatemi e RioMar Fortaleza.

A Prefeitura segue atendendo, também sem agendamento, a população que já está com cinco meses ou mais de intervalo entre as duas doses.

Consultar cadastro

As listas com a relação dos agendados estão disponíveis no site https://coronavirus.fortaleza.ce.gov.br. É possível ainda realizar a consulta no site https://vacineja.sepog.fortaleza.ce.gov.br

Documentos necessários

Ao comparecer ao centro de vacinação, é necessário apresentar os documentos originais: identidade (com foto), CPF, Cartão Nacional de Saúde (CNS) e comprovante de residência.

Os adolescentes que não possuem RG poderão levar a certidão de nascimento junto a um documento com foto, que pode ser o bilhete único ou carteira estudantil. No caso de segunda dose, levar também o cartão de vacinação.
Já os imunossuprimidos devem levar a documentação que comprove a imunossupressão.

Já no caso das crianças, no ato da vacinação, será necessário apresentar o número do Cartão Nacional de Saúde (CNS) e documento oficial de identificação da criança: certidão de nascimento, carteira de identidade ou passaporte. Também será necessário apresentar um documento original com foto do responsável pela criança no momento da aplicação.

Crianças com comorbidades ou deficiências permanentes: terão que apresentar, além dos documentos de identificação, o atestado, relatório ou prescrição médica indicando o motivo para a priorização da vacina. Será necessário levar a cópia do documento comprobatório da comorbidade ou deficiência permanente para ser entregue aos vacinadores no ato da aplicação.

Os pacientes assistidos na Rede de Atenção Primária do Município (postos de saúde) e Psicossocial (CAPS) de Fortaleza podem apresentar a cópia impressa do Registro Eletrônico de Atendimento, com a estratificação de risco caracterizando a presença da comorbidade ou deficiência da criança.

(*) com informações da Prefeitura de Fortaleza

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp