Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

CSP ganha licença ambiental

Camilo Santana assinou, na tarde de ontem (8), no Palácio da Abolição, a licença ambiental de operação da CSP, o maior investimento privado na região Nordeste do Brasil. A licença tem validade até maio de 2020. Nesse prazo, a siderúrgica fica encarregada de apresentar à Semace relatórios semestrais de controle da poluição.

Sustentabilidade

A CSP garante que mantém compromisso com a sustentabilidade em todas as dimensões – ambiental, social e econômica. Mais de R$ 1 bilhão foi investido em equipamentos e processos de controle ambiental em todas as plantas da usina e outros R$ 3 milhões anuais são destinados para monitoramento ambiental.

Água poupada e reutilizada

A companhia consome aproximadamente 50% a menos de água para cada tonelada de aço bruto produzido do que a média do setor no país, e reutiliza 98% da água que circula em todo o processo produtivo.

Luz própria

Outro aspecto trazido pela empresa é a autossuficiência energética. A siderúrgica reaproveita 100% dos gases do processo produtivo para gerar a energia que consome, exportando o excedente para o Sistema Interligado Nacional (SIN). Somente em fevereiro deste ano, a CSP injetou no sistema 153.582 MWh, energia suficiente para alimentar mais de um milhão de residências por um mês.

Doente

A Policlínica de Tauá Dr. Frutuoso Gomes de Freitas bloqueou o acesso da Secretaria de Saúde do Município de Parambu ao sistema informatizado de marcação de consultas. Segundo a secretária Enilzete Noronha, o problema ocorreu desde terça-feira, 6. Teria sido uma represália do deputado Audic Mota (que comanda a policlínica através de seus familiares) à receptividade que teve em Parambu na última segunda-feira, quando, na visita do secretário de Saúde do Estado, Henrique Javir, ao município. Audic não gostou da população gritar o nome da deputada Aderlânia Noronha.

E tem de segunda?

O ministro do STF Luís Roberto Barroso pediu desculpas, ontem, por ter se referido ao ex-presidente da corte Joaquim Barbosa como um “negro de primeira linha”, em cerimônia no dia anterior. “Uma coisa que eu aprendi na vida é que quando a gente comete um erro, o melhor que se pode fazer é reconhecê-lo o mais rápido possível.” – afirmou o ministro. Ele falou no início da sessão que deve julgar ação a respeito da lei de cotas raciais no serviço público. Segundo Barroso, pretendia narrar “a sua trajetória vitoriosa e fazer referência que ele se tornou um acadêmico negro de primeira linha.” – Então tá…

Candidatura de primeira linha

E por falar em Joaquim Barbosa, que andava sumido e reapareceu na cena nacional na sessão de ontem do julgamento da chapa Dilma-Temer, no TSE, ele disse que não descarta se candidatar a presidente da República. O ex-ministro defende eleições diretas no caso de uma eventual substituição de Michel Temer. Questionado por jornalistas sobre “o apelo de parte da sociedade” em sair

candidato à Presidência, respondeu que “é uma decisão difícil de tomar.”

Conversando

Indagado se a possibilidade está descartada, Barbosa afirmou: “Olha, eu sou cidadão brasileiro, cidadão pleno, há três anos livre das amarras de cargos públicos. Portanto, a decisão de me candidatar ou não está na minha esfera de deliberação”. Joaquim Barbosa disse que já conversou com líderes de partidos políticos sobre o assunto. Citou Marina Silva, do Rede Sustentabilidade, “no ano passado”, e disse que “mais recentemente” teve conversas com PSB.

Mal começo

Menos de duas horas depois de ter criado uma conta no Twitter na tarde de quarta-feira, 7, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, se tornou “trending topic” na rede, virando tema de piadas e de insinuações de que deseja ser presidente da República sem passar pelas urnas. Houve alusões também à época em que foi presidente do conselho da J&F, holding que administra a JBS.

Deu pavê

Apesar das gozações, Meirelles (@meirelles) já angariou mais de 9.000 seguidores na rede social e seu nome ficou em sexto no ranking dos assuntos mais comentados, com mais de 1.700 tuítes mencionando a conta recém criada. O tuíte que causou mais polêmica foi o primeiro, em que diz que pretende usar o espaço para “debater os rumos do Brasil”. A frase de apresentação foi ironizada: “Boa tarde, meu nome é Fábio e este é meu twitter. Estou aqui para discutir os rumos do pavê para o Brasil” – debochou um tuiteiro.

Duelo de cuspe

A troca de cusparadas no dia da votação do impeachment de Dilma Rousseff na Câmara teve desfecho distinto para seus protagonistas. Dois meses depois de punir com censura por escrito o deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), o Conselho de Ética da Câmara absolveu nessa quarta-feira (7), de forma unânime, um dos filhos de Bolsonaro, Eduardo (PSC-SP). Wyllys se desentendeu com Jair Bolsonaro após anunciar seu voto contra a saída de Dilma, e deu uma cusparada na direção dele.

Em nome do pai

O deputado do PSOL, que é homossexual, disse que vinha sendo ofendido de forma reiterada por comentários homofóbicos do colega. Durante a confusão, Eduardo Bolsonaro cuspiu de volta na direção de Wyllys. O relator do pedido de cassação, feito pelo PT, afirmou que Eduardo reagiu a uma agressão sofrida pelo pai. “Qualquer um que visse o pai sendo agredido poderia até tomar outro tipo de atitude”, disse João Marcelo Souza (PMDB-MA).

Exportações em alta

As exportações cearenses apresentaram em maio crescimento de 117,2% em relação ao mês anterior, alcançando US$ 205,4 milhões. O montante exportado é 154,2% superior à igual período de 2016, quando fora exportado US$ 80,8 milhões. Trata-se do décimo mês consecutivo em que o Estado registra aumento quando comparado com os meses do ano anterior.

Importações também

As importações também registraram crescimento (8,1%) em maio em relação ao mês anterior, chegando a US$ 181,5 milhões. Além disso, o resultado é 46,4% superior

aos US$ 124,0 milhões registrados no mesmo período de 2016. Como resultado dessas movimentações, o Ceará registrou balança comercial superavitária em US$ 23,8 milhões em maio.

Ah se fosse…

O vencedor da mega sena de quarta-feira foi um morador de Fortaleza. O novo milionário acertou, sozinho, as seis dezenas e levou o prêmio de R$ 6.310.224,41. Há um ano um outro cearense também ganhou sozinho na Mega, na ocasião, o valor do prêmio foi de R$ 27.333.858,49. Segundo a Caixa Econômica, a probabilidade de uma pessoa ganhar a mega varia de acordo com a quantidade de dezenas jogadas. Em uma aposta simples, de seis dezenas, a probabilidade é de 1 em 50.063.860.