Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Foto: Mateus Lotif/Fortaleza EC

Fortaleza venceu o Sport por 1 a 0 e garantiu o título de bicampeão da Copa do Nordeste. É a segunda taça conquista na Era Vojvoda à frente do Leão do Pici.

O gol que garantiu mais um Nordestão para o Tricolor foi marcado no final da primeira etapa. Moisés fez jogada individual e foi derrubado por Rafael Thyere dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, Yago Pikachu cobrou, o goleiro Maílson tentou a defesa, mas a bola passou e estufou as redes.

No segundo tempo, teve de tudo: chuva, apagão, pênalti para o Sport, depois desmarcado devido a revisão do VAR e expulsão do atacante Róbson, que entrou no lugar de Renato Kayser e acertou uma cotovelada em Rafael Thyere, além de muita confusão envolvendo integrantes das equipes, envolvendo jogadores e comissões técnicas dos ‘Leões do Pici' e da ‘Ilha do Retiro'. O Sport ainda marcou aos 50 minutos do segundo tempo, com Ewerthon. Mas o lance foi anulado pois o árbitro marcou falta de Javier Parraguez na disputa de bola aérea no lance anterior.

O Fortaleza suportou a pressão adversária e as dificuldades do gramado, castigado pelo temporal que ia e voltava, para conquistar a segunda Copa do Nordeste de sua história – a primeira foi vencida em 2019 na era Rogério Ceni, com gols de Wellington Paulista, em cima do Botafogo-PB no estádio Almeidão.

Público e Renda

Público Total: 60.045
Sócio-Torcedor: 30.438
Renda Bruta: R$ 1.344.238,00

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp