Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entrou com um novo pedido habeas corpus, desta vez, no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para tentar evitar uma prisão imediata do líder petista. A defesa de Lula argumenta que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) antecipou a execução da pena ao determiná-la antes da publicação do acórdão do julgamento dos embargos de declaração apresentados pelos advogados. Ainda seria possível apresentar novos embargos e por isso, segundo a defesa, a prisão de Lula ainda não poderia ocorrer.

Os desdobramentos da prisão do ex-presidente Lula foi destaque no Bate Papo Político desta sexta-feira, 6, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 103.4 – Expresso Grande Fortaleza + 25 emissoras no Interior). Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida debateram que uma ala da militância quer que Lula resista e não se entregue a Polícia Federal, em Curitiba, e que ele aguarde a PF ir ao seu encontro e prendê-lo. Lula, inclusive, cogita essa possibilidade, mesmo com recomendação contrária de seus advogados. O petista afirmou que quer “uma resistência pacífica” em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, onde deve estar às 17 horas, horário limite que Moro determinou para que Lula se apresente à Polícia Federal de Curitiba.

Para o jornalista Beto Almeida, contudo, esse é “o pior cenário para o ex-presidente”, pois se Lula não cumprir a recomendação de Moro de se entregar em Curitiba, ele será considerado foragido da Justiça. Para Beto, o ex-presidente “tem a tranquilidade que a militância não tem” e deveria se apresentar na sede da Polícia Federal na capital do Paraná.

Beto ainda lembrou que o juiz Moro foi “elegante” com Lula, já que determinou no despacho que, em hipótese nenhuma, o petista deve ser algemado. Além disso, Lula não vai ocupar uma cela, mas uma sala adaptada, com banheiro, cama e sem grades em um andar do prédio da Polícia Federal de Curitiba.

O jornalista Luzenor de Oliveira ainda pontuou que o ex-presidente Lula recebeu nesta quinta-feira, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, no ABC Paulista, vários líderes da esquerda e vários dirigentes partidários. Entre os nomes que estiveram com o ex-presidente, destaque para o ex-governador do Ceará, Cid Gomes (PDT) e para atual, Camilo Santana (PT).

Confira os comentários dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida sobre a prisão de Lula:

PRISÃO DO EX-PRESIDENTE LULA

Despacho

Nessa quinta, 5, o juiz Sergio Moro mandou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se apresentar à Polícia Federal em Curitiba até as 17h desta sexta, 6. A decisão foi tomada após o magistrado receber ofício do TRF-4 autorizando a prisão. Lula foi condenado por Moro no caso do tríplex de Guarujá em julho de 2017.

Em janeiro, os juízes do TRF-4 confirmaram a condenação e votaram por aumentar a pena do petista para 12 anos e um mês de prisão. Em seu despacho, Moro afirmou que está “vedada a utilização de algemas em qualquer hipótese”. O juiz informou que foi preparada uma sala reservada para o início do cumprimento da pena do ex-presidente, “em razão da dignidade do cargo ocupado”.

‘Patologia protelatória’

Em sua decisão, o juiz de Curitiba criticou a possibilidade do uso de recursos judiciais para adiar o cumprimento de pena. “Hipotéticos embargos de declaração de embargos de declaração constituem apenas uma patologia protelatória e que deveria ser eliminada do mundo jurídico”, afirmou.

Confira outros destaques do Bate Papo Político desta sexta-feira:

– Prisão de operador do PSDB

O Bate Papo Político desta quinta também trouxe outras notícias como a prisão, em São Paulo, do ex-diretor da empresa paulista de infraestrutura rodoviária (Dersa), Paulo Vieira de Souza, apontado como operador do PSDB e acusado de desvio de recursos públicos durante obras do governo tucano no Estado de São Paulo.

­- Filiações no PSDB do Ceará

E por falar em PSDB, o partido recebeu, no prazo final da janela partidária, as filiações do ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, da deputada estadual Fernanda Pessoa e do deputado federal Danilo Forte e, com isso, ganha musculatura para ampliar as bancadas na Câmara e Assembleia Legislativa.

Os tucanos saíram das urnas em 2014 com apenas um deputado estadual – Carlos Matos, e um federal – Raimundo Gomes de Matos. Na corrida às eleições deste ano, as lideranças do PSDB demonstram otimismo e calculam que poderão sair das urnas com quatro deputados federais e quatro estaduais.

– Manifestações pró-Tasso

O senador Tasso Jereissati (PSDB) voltou a ouvir, nessa quinta-feira, 5, em Maracanaú, durante ato de filiação do vice-prefeito Roberto Pessoa, manifestações de apoio para concorrer, nas eleições deste ano, ao Governo do Estado. Ex-prefeitos, lideranças municipais e o vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, estavam entre as vozes em defesa da candidatura de Tasso.

As manifestações deixaram em plano secundário o nome que é considerado a principal alternativa da oposição para o Palácio da Abolição: o deputado estadual Capitão Wagner (PROS). Tasso, mais uma vez, descartou a hipótese de concorrer à sucessão estadual.

– E as filiações não param!

Os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida também deram mais informações sobre a filiação do ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado, Domingos Filho, ao PSD, que é presidido pelo seu filho, o deputado federal Domingos Neto.

A filiação de Domingos Filho ocorre após decisão da juíza Maria de Fátima Bezerra Facundo que lhe concedeu tutela de urgência, o que lhe permitiu se filiar ao partido e concorrer às eleições.

Já o deputado federal Vicente Arruda e a deputada estadual doutora Silvana se filiaram ao PR, hoje comandado pela deputada federal Gorete Pereira. O partido faz parte da base aliada do governador Camilo Santana.

– Dilma na disputa pelo Senado

O ex-presidente Lula, que lidera as pesquisas de intenção de votos ao Palácio do Planalto, convenceu, nessa quinta-feira, 5, a ex-presidente Dilma Rousseff a transferir seu domicílio eleitoral para Minas Gerais e concorrer ao Senado. O anúncio oficial será feito neste sábado, 7, em Belo Horizonte. Dilma foi até cogitada para disputar um cargo no Senado Federal pelo Ceará.

Gostou do Bate Papo Político desta sexta? Então clica no player abaixo e confira os comentários dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida na íntegra:

BATE PAPO 06.04.2018

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp