Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A sentença que condenou Luiz Inácio Lula da Silva teve seu primeiro recurso protocolado na última sexta-feira, pelos advogados do ex-presidente. A defesa pretende esclarecer contradições, omissões e obscuridades na sentença.

Lula foi condenado, na última quarta-feira, a nove anos e seis meses, no âmbito da Operação Lava Jato, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá.

O recurso faz com que fique suspenso o prazo para apelar ao Tribunal Regional Federal, que analisa o caso em segunda instância. Decisão pode levar à inelegibilidade do ex-presidente.

Não há prazo para o juiz federal Sergio Moro decidir sobre os embargos. Ministério Público Federal ainda pode propor o mesmo recurso.