Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A deputada Aderlânia Noronha (SD) subiu à Tribuna da Assembleia, nesta terça-feira, 4, para defender seu projeto de lei que tramita na Casa, podendo a implantação e manutenção de serviços de segurança privada prestados por profissionais nas agências bancárias, de forma ininterrupta, durante as 24 horas do dia, inclusive em finais de semana e feriados, nas áreas destinadas aos caixas eletrônicos.

Ela enfatiza que os estabelecimentos bancários estão sendo assaltados com uma frequência cada vez maior, especialmente à noite, quando o movimento de pessoas é menor e não há efetivo policial. Os caixas eletrônicos, após o horário bancário, ficam sem qualquer proteção de agentes de segurança, tornando-se alvos fáceis de ataques.

“Somente este ano foram registrados 28 assaltos a agências bancárias, segundo o Sindicato dos Bancários. E na nossa região dos Inhamuns, temos sete cidades que já foram assaltadas e todas elas  estão sem agências bancárias. Solicitamos uma audiência com o secretário de segurança há mais de 60 dias, e que até agora não nos atendeu. destaca a deputada.

Aderlânia cobra que as instituições bancárias, tanto públicas como privadas, possuem elevada lucratividade, e o que se espera delas é que, em retribuição aos clientes, proporcionem a eles a segurança necessária para poderem usar os caixas eletrônicos com tranqüilidade, sem precisar se deslocar para cidades vizinhas, prejudicando o comércio e a economia local.

“O governador Camilo Santana veio a esta Casa e prometeu um Batalhão de Divisas para Parambu, e até hoje NADA!” cobrou a Aderlânia Noronha.

A parlamentar ressaltou que a Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia já entendeu, ao se manifestar em proposições que tratavam de mecanismos de segurança em instituições bancárias, de iniciativa dos Senhores Parlamentares, que a matéria é de competência do Estado, por tratar de relação de consumo, conforme artigo 24, inciso 5, da Constituição Federal.

Aderlânia citou que, sobre este tema, o legislativo estadual já aprovou as seguintes leis, todas em vigência em nosso ordenamento jurídico:

– Lei n° 12.565, de 11.01.96, que torna obrigatória a instalação de Portas de Segurança nas agências bancárias do Estado do Ceará, e dá outras providências, de autoria do Deputado Cid Gomes.

– Lei nº 14.961, de 08.07.11, que dispõe sobre a instalação de divisórias individuais, proibição do uso de celular, instalação de câmaras de segurança e contratação de empresa especializada para as agências do Estado do Ceará, de autoria do Deputado Tin Gomes.

– Lei nº 15.004, de 28.09.11, que dispõe sobre a proibição de uso de capacete, ou qualquer outro objeto que dificulte a identificação do condutor/passageiro nas agências bancárias, estabelecimentos comerciais e públicos, instituições financeiras no Estado do Ceará, de autoria do finado Deputado Wellington Landim.

Com informações ASSESSORIA DE IMPRENSA GABINETE DA DEPUTADA ADERLÂNIA NORONHA (SD)

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp