Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O deputado Leonardo Araújo (MDB) registrou na Assembleia Legislativa do Ceará, na manhã desta sexta-feira, (02), a petição de afastamento do cargo para tratar de assuntos particulares por 120 dias, tempo em que não receberá remuneração pela função. O cargo será assumido pelo primeiro suplente do MDB Davi de Raimundão.

Segundo Leonardo Araújo, seu gabinete continuará aberto, realizando atendimentos diários à população, às lideranças e às entidades; e será cumprida toda a agenda de visitas em suas bases políticas.

“É uma licença para tratamento de assuntos particulares, e não de saúde, desta forma, continuo exercendo todas as suas funções nos municípios, nas Secretarias e nos demais órgãos de interesse da população. É importante deixar claro que é uma licença não remunerada, sem ônus para a Assembleia Legislativa do Ceará e para o Governo do Estado. Não irei receber salário, nem Verba de Desempenho Parlamentar (VDP) neste período. Qualquer empenho que o eu faça nestes 120 dias será a partir de despesas pessoais” disse o palarmentar.

De acordo com deputado, essa é uma ocasião de oxigenar a Assembleia Legislativa de novas ideias de outros parlamentares. Ele informou ainda que o pedido de afastamento é um ato partidário, acordado com a direção do partido e com a presidência da Casa.

O QUE PODE:
Receber lideranças políticas no Gabinete;
Atender demandas da população no Gabinete;
Tramitação de Projetos protocolados;
Participar como convidado de sessões solenes;
Participar como convidado de audiências públicas;

O QUE NÃO PODE:
Receber salário;
Receber Verba de Desempenho Parlamentar (VDP)
Participar de sessões plenárias;
Protocolar emendas e novos projetos;
Requerer, presidir e participar de Comissões;
Requerer e residir sessões solenes;
Requerer e presidir audiências públicas.

* Com informações do site do parlamentar.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp