Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Foi autorizada a suspensão temporária do bloqueio de bens dos executivos Joesley e Wesley Batista, do grupo J&F, pela Justiça Federal de São Paulo. Para o desbloqueio é preciso que apresentem um seguro-garantia igual ao valor bloqueado, um total de R$ 238 milhões.

Os advogados dos empresários, ao pedir o desbloqueio, se comprometeram a apresentar o seguro-garantia e que os irmãos comparecerão aos atos processuais em que seja necessária a presença deles, para apresentar documentos e prestar esclarecimentos, mesmo sem serem intimados. A defesa deve apresentar os documentos para comprovação do seguro em 10 dias.

O juiz federal João Batista Gonçalves, da 6º Vara Criminal de São Paulo, é responsável pelo bloqueio no último dia 16, e ressalta que será mantida a prisão preventiva “como única e idônea medida para assegurar a aplicação da lei penal, à conveniência da instrução criminal e à garantia da ordem pública e econômica”.

Com informações do Estado-CE