Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A pesquisa do Instituto MDA, contratada pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), divulgada, nesta segunda-feira, mostra que a avaliação positiva (ótimo + bom) do Governo Federal caiu de 41,2% (outubro de 2020) para atuais 32,9%. Em outubro, 27,2% consideravam o desempenho do Governo Bolsonaro como ruim ou péssimo e, agora, esse percentual é de 35,5%. O contingente de pessoas que definem a gestão como regular não sofreu alteração – 30,3% (outubro) e 30,2% (fevereiro).

O Instituto MDA ouviu, entre os dias 18 e 20 deste mês,  2.002 entrevistados, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais. A pesquisa captou, também, o sentimento dos brasileiros ao estilo pessoal do presidente Jair Bolsonaro. O levantamento mostra que 51,4% dos entrevistados desaprovação a forma de Bolsonaro governar, enquanto 43,5% aprovaram o seu estilo pessoal.

A pesquisa apresenta, ainda, as principais qualidades e defeitos do presidente da República na opinião dos brasileiros. Os números revelam que, para 29,3% dos entrevistados, o presidente Jair Bolsonaro é sincero, é honesto, na opinião de 11,3% dos brasileiros que o apontam também outras qualidades:  , inteligente (8,4%), sempre busca o bem para o país (5,0%), justo (4,2%), trabalhador (3,7%) e cuida dos pobres (1,3%). Para 33,3%, ele não tem nenhuma qualidade.

Quanto aos defeitos do presidente Bolsonaro, a pesquisa mostra, em números, a opinião dos entrevistados: mal-educado (20,1%), despreparado (17,6%), autoritário (16,6%), exagera na briga com a imprensa (16,0%), agressivo (10,9%), está preocupado apenas com a reeleição (3,2%), desonesto (3,1%), enquanto, para 9,6%, Bolsonaro não tem nenhum defeito

Os desencontros sobre a vacina contra a Covid-19, o fim do auxílio emergencial e a polêmica sobre a flexibilização para posse e uso de armas de fogo estão entre os principais fatores que  ajudaram a derrubar a popularidade do Governo do presidente Jair Bolsonaro.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp