Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

 

O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) corre risco de não ter verbas para obras de manutenção de suas barragens, segundo decisão do Governo Federal de contingenciar verbas do Orçamento Geral da União deste ano. O alerta é do diretor-geral do órgão, Ângelo Guerra, adiantando que outros projetos voltados para a convivência com a seca também podem paralisar por falta de verbas.

De acordo com o Dnocs, o Governo Federal sinaliza o contingenciamento de quase 50% das verbas, no que atinge o valor reservado para o Estado. O orçamento da autarquia é de R$ 1.700 bi e pode cair pela metade. Mesmo com a decisão, grandes projetos, como o Lago de Fronteiras, em Crateús, escapam do corte estabelecido porque já têm verbas asseguradas.