Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), em nota, informou que as obras da Barragem Fronteiras em nenhum momento estiveram paradas. Conforme a instituição, desde que foi assinada a Ordem de Serviço, os devidos andamentos vem sendo tomados. “As obras físicas estão no aguardo de algumas solicitações exigidas pela SEMACE, da qual, é a Licença de Instalação, que já foi aprovada e no momento aguarda apenas pelos estudos arqueológicos que estão sendo realizados e que serão entregues até a próxima terça-feira (29)”, diz o órgão.

O Departamento informa, ainda, que desde a assinatura da Ordem de Serviço, também estão sendo realizados os serviços de cadastramentos e reassentamentos por três equipes técnicas, que são de extrema necessidade para que a obra esteja dentro dos trâmites legais de segurança que lhes são exigidos. Observa que contudo o consórcio das construtoras, antecipando a ordem de serviço, mobilizaram ao local, máquinas e equipamentos necessários para o início dos serviços, como de desmatamento e fundação da Barragem

O Senador, Eunício Oliveira, garantiu a emenda de 60 milhões para o início das obras, entre indenizações, reassentamentos e obras complementares, como o desvio de 31 km da ferrovia, trechos das seguintes BRs, 226 e 404, entre outros. Quando finalizada a obra beneficiará cerca de 200 mil pessoas, abastecendo Crateús e mais 11 municípios adjacentes, além de irrigar cerca de 5.000ha de terras, estimular a aquicultura, o lazer e controlar as cheias do Rio Poty.