Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

No balanço final da Operação Carnaval foram registrados 42 acidentes nas rodovias do Estado, segundo divulgou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta quinta-feira (15). A ação aconteceu da última sexta-feira (9) até a quarta-feira (14), com o objetivo aumentar a segurança dos motoristas durante os festejos carnavalescos. O número total de acidentes representa uma queda de 9% ante o mesmo período de 2017, quando 46 ocorrências foram computadas.

Do total de acidentes nas rodovias federais do Estado, nove foram graves, redução de 25% na comparação com o ano passado, quando ocorreram 12 ocorrências com esta classificação. Já o número de mortes nas estradas fiscalizadas pela PRF foi exatamente o mesmo, duas pessoas perderam a vida durante o Carnaval este ano, o mesmo número do ano passado.

Os acidentes com vítimas fatais, ocorreram, ainda, no sábado (10). O primeiro foi registrada em Tauá na BR-020, km 137, quando uma colisão lateral envolvendo uma motocicleta levou o condutor da mesma, de nome Valdomiro Rodrigues de Oliveira, 40 anos, a óbito. O acidente ocorreu por volta de 5 horas da manhã. Já em Alto Santo, no km 228 da BR-116, um acidente  frontal entre dois veículos culminou com a morte de Francisco José Benevides da Silva, de 55 anos.

A PRF intensificou o combate a embriaguez ao volante durante o Carnaval, realizando 2.627 testes de etilômetro (bafômetro) no período da operação.Foram autuadas ao todo 39 pessoas, sendo três detidas por dirigirem sob efeito de bebida alcoólica.

Quanto a fiscalização, foram 3.503 autos de infração, dos quais 603 por ultrapassagens proibidas, 73 pelo não uso do cinto de segurança, 51 pelo não uso do capacete e 19 pelo não uso da cadeirinha. Além disso, 46 CNHs e 186 CRLVs foram recolhidos. Nos seis dias da Operação Carnaval, a PRF também recuperou cinco veículos roubados e deteve 17 pessoas por crimes diversos.

Houve registro pelos radares fotográficos de 2.704 imagens de veículos trafegando em excesso de velocidade. Na BR-222, região de Sobral, inclusive, um veículo foi flagrado a 162 km/h num local onde a velocidade máxima permitida era de 80 km/h.

Com informações da PRF