Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em carta endereçada a Marcha dos Prefeitos, que ocorre em Brasília, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), preso desde 7 de abril na sede da Polícia Federal do Paraná, em Curitiba, reafirmou sua candidatura à Presidência da República e disse que até os adversários deveriam defender seu direito de concorrer.

“Vocês são prefeitos eleitos, têm que ser respeitados por isso. Seria importante meus adversários também assumirem isso. Deixem o povo decidir quem será o próximo presidente”, ele diz. Lula sustenta que, com fins políticos, difama-se e condena-se. “Isso não deveria preocupar apenas um partido, mas todos que prezam pela democracia e pela Justiça.”

Com informações do Jornal Folha de São Paulo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp