Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Em meio a crise econômica causada pela pandemia do novo coronavírus, os cearenses, assim como milhares de brasileiros, tem buscado meios de manter a renda para além dos empregos de carteira assinada. Nesse cenário, o empreendedorismo tem se mostrado uma alternativa bastante procurada pela população. Em todo o país, o mês de setembro deste ano contabilizou quase 2 milhões de registros de Microempreendor Individual (MEI) a mais do que no mesmo período do ano passado.


As informações são do Portal do Empreendedor do Governo Federal, que apontou que o setembro fechou com 10.900.457 de cadastros MEI. Em comparação com o mesmo período do ano anterior (9.031.164), são 1.869.293 de registros a mais.

Outro fato que aponta para o crescimento das micro empresas é que, de acordo com levantamento realizado pela SEMrush, o termo “Abrir MEI” registrou aumento de 222% nas buscas do Google o que reforça o interesse pela formalização empreendedora como alternativa ao desemprego durante a crise.