Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As escolas da rede municipal de ensino de Fortaleza conquistaram o melhor desempenho no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica 2017 (Ideb), tanto nos anos iniciais como nos anos finais, e superou a meta projetada pelo Ministério da Educação (MEC) para 2021. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (17) pelo prefeito Roberto Cláudio.

O índice do 5º ano do Ensino Fundamental passou de 5,4, em 2015, para 6, em 2017, superando a meta estabelecida para 2021 (de 5,5). De acordo com o Inep, esse é o segundo melhor resultado entre as capitais do Nordeste e o sétimo lugar entre as capitais brasileiras.

No 9º ano, o índice da capital subiu de 4,4 (2015) para 4,9 (2017), resultado que, conforme o Inep, também superou a meta projetada para 2021, de 4,7. Outro destaque foi que 96,2% das escolas municipais de Fortaleza nos anos iniciais atingiram as metas projetadas pelo MEC para o Ideb. Nos anos finais, este percentual foi de 73,6%.

“Já superamos as metas para 2021 e, em 2019, na próxima medição, queremos conquistar médias superiores as metas projetadas. Nosso objetivo é avançar ano a ano”, prevê Dalila Saldanha, secretária da Educação de Fortaleza.

O Ideb é uma iniciativa do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para mensurar o desempenho do sistema educacional brasileiro a partir da combinação entre a proficiência obtida pelos estudantes. O índice é calculado por meio de avaliações de larga escala e a taxa de aprovação, indicador que tem influência na eficiência do fluxo escolar, ou seja, na progressão dos estudantes entre etapas/anos na educação básica.

Proficiência

Fortaleza registrou crescimento na proficiência avaliada na Prova Brasil pelo Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) em Língua Portuguesa e Matemática no 5º e 9º anos do Ensino Fundamental.

Em Língua Portuguesa, a média da capital cearense ficou acima do desempenho do Ceará e do Brasil, enquanto que em Matemática, o resultado na rede municipal ficou acima da média nacional.

Nos anos iniciais, houve crescimento na proficiência tanto em Língua Portuguesa (218,13) como em Matemática (222,41), o que representou um aumento, respectivamente, de 10,23 pontos e de 10,42 pontos na comparação com 2015.

Com relação aos anos finais, Fortaleza atingiu proficiência de 265,68 em Língua Portuguesa, e de 254,48 em Matemática, resultados que, na comparação com 2015, representam crescimento de 7,39 pontos em Língua Portuguesa e 2,32 pontos em Matemática.

Prova Brasil

Os resultados da Prova Brasil são apresentados em uma escala de desempenho capaz de descrever, em cada nível, as competências e as habilidades que os estudantes demonstram terem desenvolvido.

Há uma escala descrita para as habilidades em Língua Portuguesa e outra para Matemática. Dentro de cada uma das disciplinas, a escala é única e acumulativa, para todas as séries avaliadas.

Com informação do G1