windows 7 home premium limit ram free autodesk revit 2017 uninstall free microsoft access 2016 one time purchase free pdf expert free for windows free windows 10 mobile hotspot not working obtaining ip address free autodesk autocad 2013 serial number and product key free free

Os 15 aeroportos responsáveis por 80% da movimentação de passageiros no país devem movimentar mais de três milhões de pessoas, entre esta quarta-feira e o domingo (5), devido ao feriado de Finados, segundo a estimativa da Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC) do Ministério dos Transportes. Nas rodovias, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou a operação a 0h de hoje. A Concer, que opera o trecho da BR-040 entre Minas Gerais e Rio de Janeiro, estima a passagem de 276 mil veículos e a Ecoponte, administradora da ponte Rio-Niterói, prevê o fluxo de 839 mil veículos no período.

Para os aeroportos, o levantamento da SAC prevê uma taxa de ocupação média de 85% dos assentos ofertados pelas companhias aéreas, com base na planilha de voos autorizados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Para o mercado doméstico, a previsão é que a movimentação deve ser de aproximadamente 2,6 milhões de passageiros, sendo que o pico de circulação deve ocorrer nesta quarta-feira, com 494,7 mil viajantes. Já no domingo, a previsão é que passem pelos 15 aeroportos 485,1 mil pessoas. Nas viagens internacionais, a estimativa é que haja 430 mil pessoas nos cinco dias, sendo a quinta-feira (2/11) o dia de maior movimento, com mais de 73,6 mil passageiros.

SERVIÇO AO PASSAGEIRO – Quem vai viajar de avião deve prestar atenção ao bilhete adquirido para evitar transtornos na hora do embarque, principalmente em relação à franquia de bagagem. A bagagem de mão passou de 5 kg para, no mínimo, 10 kg, conforme as novas regras da Anac.

Outra recomendação aos passageiros é que cheguem com 1h30 de antecedência para voos domésticos e 2h30 para os internacionais, devido à inspeção de raio-x. Em caso de dúvida, procure o guichê ou o telefone de contato da companhia aérea.

Os 15 aeroportos analisados foram: Santos Dumont (RJ), Recife (PE), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Cuiabá (MT), Manaus (AM), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Congonhas (SP), Brasília (DF), Galeão (RJ), Guarulhos (SP), Confins (MG), Natal (RN) e Viracopos (Campinas-SP).

OPERAÇÃO NAS RODOVIAS – A PRF iniciou a operação finados a partir da 0h desta quarta-feira. A operação vai até as 23h59 do domingo (5). Haverá reforço de agentes em trechos estratégicos nas BRs e ações preventivas para redução de acidentes de trânsito.

Segundo orientação da PRF, a ocorrência de chuvas exigirá ainda mais cautela e prudência dos motoristas. Para isso, a recomendação é para o cumprimento das práticas para um trajeto mais seguro, como o uso obrigatório dos faróis baixos acesos, mesmo durante o dia, em rodovias e a utilização do cinto de segurança pelo condutor e todos os passageiros do veículo.

TRECHOS CONCEDIDOS – A Concer, que opera o trecho da BR-040 entre Juiz de Fora (MG) e Rio de Janeiro (RJ), estima a passagem de 276 mil veículos durante o feriado prolongado nas rodovias administradas pela concessionária. Para suprir a demanda de veículos, será reforçado o atendimento oferecido pelo socorro mecânico nos trechos mais movimentados.

A concessionária CCR NovaDutra, responsável pelo trecho da BR-116 (rodovia Presidente Dutra) entre São Paulo e Rio de Janeiro, vai fazer ações de orientação aos passageiros que trafegam para reduzir os acidentes, com dicas de segurança, distribuição de folhetos nos pedágios, alertando sobre o uso do acostamento.

A Ecoponte, administradora da ponte Rio-Niterói, estima que 839 mil veículos passem pelo local no até o dia 6 de novembro. A expectativa de maior movimento em direção à Região dos Lagos está prevista para quarta-feira (1), com aproximadamente 87 mil veículos. A concessionária disponibilizará equipes em pontos-chave e viaturas de inspeção, motos, guinchos e ambulâncias UTI e de resgate. Em horários de maior movimento, “papa-filas” (arrecadadores volantes) agilizarão a passagem dos veículos nas praças de pedágio.

Com informações do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil