Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Estudantes do curso de arquitetura e urbanismo de uma faculdade no Centro de Fortaleza se depararam com uma imagem artística, encoberta por camadas de tinta e revestimento de reboco, resultado de reforma realizada no prédio centenário tombado, onde funcionou por 90 anos o Colégio Marista Cearense. O achado ocorreu durante um minicurso de restauração patrimonial na escola tombada como patrimônio cearense.

A descoberta revelou o que seria a imagem, em baixo relevo, de Padre Anchieta, ambientada em uma paisagem litorânea. Quem afirma é Walden Luiz, professor e coordenador do Departamento de Artes da Estácio na década de 1980, época em que a arte foi feita.

Com Informações G1-CE