Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As exportações cearenses registraram valor recorde no primeiro semestre de 2017: atingiram US$ 964,8 milhões, o que representou crescimento de 104,1% em relação a igual período do ano passado. O desempenho foi impulsionado principalmente pelo aumento das exportações de produtos metalúrgicos. A análise está no Enfoque Econômico de junho publicado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão do Governo do Ceará.

O resultado foi alcançado mesmo tendo o volume de exportação, em junho de 2017, somado US$ 140,6 milhões, significando queda de 31,5% em comparação ao mês imediatamente anterior. Porém, em comparação ao mesmo mês de 2016, aumentaram 79,6%, o que indica clara tendência de crescimento. Já as importações obtiveram uma queda de 49% no primeiro semestre do ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior, atingindo o valor de US$ 1,107 bilhão.

Em consequência dos valores das exportações e importações, o saldo da balança comercial cearense foi deficitário em US$ 35,4 milhões, no mês de junho, resultado inferior ao registrado no mês imediatamente anterior.