Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O trecho da BR-116 em Fortaleza teve 14 mortes em acidentes de trânsito em 2019. O dado representa um crescimento de 27% em relação ao registrado ao ano anterior, conforme dados Prefeitura de Fortaleza. De acordo com o secretário executivo de Conservação e Serviços Públicos, Luiz Alberto Sabóia, o motivo para esse acréscimo foi a retirada dos radares de fiscalização de velocidade em rodovias federais.

A decisão do presidente Jair Bolsonaro que suspendeu a fiscalização nas rodovias federais ocorreu em agosto de 2019 e foi até dezembro do mesmo ano. Conforme dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que usa uma metodologia diferente da da Prefeitura de Fortaleza, o número de mortes contabilizadas na via cresceu 33%, subindo de nove para 12 entre 2018 e 2019.

O cenário da BR-116 vai na contramão do registrado em vias municipais em 2019, que chega ao quinto ano de diminuição no número de mortes. Em 2018, 226 pessoas perderam a vida no trânsito da capital cearense. No ano passado, foram 197, um redução de 12,8%.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp