Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A cidade de Fortaleza ocupa o primeiro lugar no Brasil na cobertura de matrículas de Tempo Integral, comparando o número de matrículas em relação ao tamanho da Rede Municipal de Ensino. A posição de referência nacional foi confirmada pelos dados oficiais do Censo Escolar 2019, principal instrumento de coleta de informações da Educação Básica do Ministério da Educação. O Censo Escolar é considerado o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro na área e Fortaleza, com o avanço no número de matrículas, possui hoje 41,4% dos seus alunos estudando em Tempo Integral.

Em números absolutos do atendimento em Tempo Integral, Fortaleza ocupa o posto de segunda capital no País, com 86.438 matrículas, superando São Paulo, que tem 74.045. O primeiro lugar é ocupado pelo Rio de Janeiro, que possui 196.599 matrículas na modalidade.

Assim, comparando os números de 2018 e 2019, Fortaleza cresceu 28,2% no atendimento em Tempo Integral, enquanto a média de crescimento das capitais brasileiras no ensino público é de 5,4%. No País como um todo, a taxa de crescimento atingiu apenas 1,4%.

O Censo Escolar de 2018 já tinha apontado Fortaleza como destaque, quando ocupava o posto de 3ª capital do Brasil, com 67.417 matrículas, o que correspondia a 31,5% da Rede Municipal com atendimento em Tempo Integral. Em 2017, eram 56.065 alunos matriculados.

Os resultados refletem o amplo investimento que a Prefeitura de Fortaleza vem realizando na Educação, principalmente na ampliação da política de Tempo Integral, buscando ampliar a jornada de estudo e fortalecer o aprendizado, por meio das Escolas de Tempo Integral (ETI), Centros de Educação Infantil (CEI) e programas de fortalecimento da aprendizagem (Integração, Pró-Técnico e Mais Educação). Esses programas atuam no âmbito da ampliação da jornada escolar, atendendo alunos do 1° ao 9º ano, promovendo a educação integral e integrada, articulando a educação formal com vivências artísticas, esportivas e sociais.

Matrículas em geral

A Rede Pública de Fortaleza aparece, em mais um ano, como a quarta maior Rede de Ensino das capitais brasileiras em número de matrículas de escolarização, e a primeira do Nordeste, representando 27,8%. Fortaleza é antecedida apenas por São Paulo, Rio de Janeiro e Manaus. Dos números do Censo Escolar 2019, vale destacar, ainda, que no Brasil houve um decréscimo de 1,8% no total de matrículas na Educação Básica no ensino público ao longo do ano passado. Em Fortaleza ocorreu o contrário. A Rede Municipal da capital cearense alcançou um crescimento de 3,0%, totalizando 220.420 alunos matriculados.

Fortaleza atingiu, ainda, o maior crescimento em número absoluto de matrículas, com o aumento de 6.321 alunos em relação ao ano de 2018. Em segundo e terceiro lugares ficaram, respectivamente, Boa Vista, com o incremento 3.705 vagas, e Belo Horizonte com 3.445 novos alunos na Rede Municipal de Ensino.

Quando a análise recai sobre as modalidades de ensino, Fortaleza destaca-se no número de matrículas na Educação Infantil com o crescimento de 6,22%, enquanto a média das demais capitais brasileiras atingiu 2,43%. No Ensino Fundamental, a variação foi 3,03%, enquanto que as outras capitais registraram um decréscimo médio de 0,5% no total de alunos matriculados.

Educação Inclusiva

Fortaleza também é destaque em inclusão, sendo a terceira maior rede do País e a primeira do Norte e Nordeste em Educação Inclusiva, conforme dados do Censo Escolar 2019.

A Rede Municipal de Ensino de Fortaleza registrou aumento no número de matrículas na modalidade, com acréscimo de 22,5% nas matrículas de 2019, o que representa um aumento de 1.646 vagas disponibilizadas à população.

Atualmente, a Rede possui 8.956 estudantes com deficiência matriculados. Foi o segundo maior crescimento do Brasil, atrás de Boa Vista, que registrou aumento percentual de 27,2%. Em números absolutos, Fortaleza tem o maior número de matrículas no Norte e Nordeste e o terceiro maior do Brasil, superada apenas por São Paulo e Rio de Janeiro.

Fortaleza no Censo Escolar 2019

– 4ª maior rede do Brasil em número de matrículas e 1ª do Nordeste
– 1º lugar em cobertura percentual de matrículas de tempo integral no Brasil
– 2º maior atendimento em números absolutos em tempo integral
– 1ª capital do Norte e Nordeste em matrículas na Educação Inclusiva
– 2º lugar em cobertura percentual de matrículas na Educação Inclusiva no Brasil

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp