Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A consulta pública do programa Future-se, disponível na internet, contabiliza 14.568 cadastros, de acordo com balanço divulgado hoje (23) pelo Ministério da Educação (MEC). Por meio do sistema, segundo a pasta, foram registrados 4.451 comentários sobre, pelo menos, um ponto da proposta.

O sistema pode sr acessado por qualquer pessoa após a realização de um cadastro. É preciso informar nome, e-mail e CPF, além de criar uma senha de acesso. O prazo para enviar contribuições as propostas vai até dia 15 de agosto.

O programa, voltado para universidades e institutos federais, foi apresentado na semana passada. Entre as estratégias está a criação de um fundo de natureza privada, cujas cotas serão negociadas na Bolsa de Valores, para financiar as instituições federais. Esse fundo contará, inicialmente, com R$ 102,6 bilhões.

O objetivo é que esses recursos financiem pesquisa, inovação, empreendedorismo e internacionalização das instituições de ensino. O programa do Future-se vai funcionar por meio de contratos de gestão firmados pela União e pela instituição de ensino com organizações sociais (OSs).

De acordo com o MEC, a intenção é que as instituições federais tenham mais autonomia financeira e que não fiquem à mercê de flutuações no Orçamento da União. Este ano, o MEC bloqueou para equilibrar as contas públicas, em média, 29,74% do orçamento discricionário das universidades federais. Esses recursos são usados, principalmente, para o pagamento de energia elétrica e vigilância.