O Governo do Estado lançou, nesta sexta-feira (4), o projeto Malha D'Água, que visa dar garantia hídrica para municípios que sofrem com abastecimento de água. De acordo com o Governador Camilo Santana, o programa vai abranger 9 municípios do Ceará, 38 distritos e beneficiar 280.620 pessoas.

Ainda de acordo com Camilo, o projeto será iniciado pela Bacia do Banabuiú. O objetivo é acabar com a necessidade de carro-pipa para abastecimento da população. Haverá, segundo o projeto, um sistema de ‘ultra filtragem' da águas da bacia. A principal adutora terá 291 km de extensão. Quando somadas aos ramais que levarão o recurso aos distritos, , serão 688 kms. A vazão será de 528 lts por segundo. Serão investidos R$ 643,3 milhões, já licitados. O recursos é um financiamento de vários bancos nmas que será pago com recursos do Estado.

Solonópoles, Jaguaretama, Milhã, Irapuã Pinheiro, Senador Pompeu, Piquet Carneiro, Mombaça e Pedra Branca, na Região do Sertão Central, serão os municípios beneficiados nesta primeira etapa do projeto. O Governo informou que, conforme o projeto for sendo realizado e finalizados, serão estudadas as próximas áreas a receberem a próxima fase.

Na última semana de fevereiro, o Governo do Estado inaugurou a primeira etapa do projeto Cinturão das Águas, no Cariri cearenses.. Em todo o projeto, são 145,3 km de caminhamento, divididos em 5 lotes, compreendendo segmentos de canal a céu aberto, túneis e sifões, com a função de aduzir a água derivada da barragem Jati, no município de mesmo nome, situada no Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF), na região hidrográfica do Rio Salgado, até as nascentes do Rio Cariús, no município de Nova Olinda, na região do Alto Jaguaribe.

+ SAIBA MAIS

Primeiro trecho do Cinturão das Águas é inaugurado no Cariri