Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As centrais sindicais e os partidos de oposição ao Governo federal puxam, nesta sexta-feira, uma greve geral para protestar contra as reformas previdenciária e trabalhista. A expectativa é a paralisação de serviços em todas as capitais e grandes cidades brasileiras. Em Fortaleza, o dia começou com o funcionamento normal do sistema de transporte coletivo, mas, neste momento, muitos motoristas estão parando. Alguns veículos foram alvo de vandalismo. A Secretaria de Segurança Pública ampliou o policiamento para garantir a ordem nas ruas e dar tranqüilidade a quem precisa se deslocar.  A Federação do Comércio emitiu uma nota pública para anunciar o funcionamento normal das lojas. Quem precisa fazer alguma transação em agencias bancárias também encontrará dificuldades. Os trabalhadores dos bancos, principalmente, das instituições públicas, anunciaram apoio à greve geral.