Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), por meio das suas vinculadas Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Perícia Forense, destacará reforços para o policiamento no Condomínio Espiritual Fazenda Uirapuru (CEU), durante o Halleluya; e na Cidade Fortal, onde ocorre o Fortal 2017. O entorno dos locais, onde acontecem os eventos, também receberão o efetivo das Forças de Segurança. O Halleluya tem início nesta quarta-feira (19), e vai até o dia 23 de julho; já o Fortal começa na quinta-feira (20), e também vai até o próximo domingo. Nos dois eventos, estarão disponíveis as Plataformas de Observação Elevada (POE) com 14 câmeras com raio de 360º, para reforçar a segurança.

No Halleluya, que acontece de 19 a 23 de julho,o efetivo diário será de cerca de 50 policiais militares – por turno -, 12 policiais civis, 17 bombeiros e três servidores da Pefoce. Viaturas e motos estarão distribuídas pelo evento e nas vias de acesso ao local da celebração religiosa. Para todo o evento serão destacados 478 profissionais da segurança pública. Os bombeiros irão atuar com uma viatura Auto Bomba Tanque (ABT), uma viatura de resgate e uma ambulância socorrista. O atendimento por parte da Polícia Civil será realizado no 16º Distrito Policial (DP), que recebe reforço para atender as ocorrências durante o evento, e no 11º DP, delegacia plantonista.

No Fortal, que acontece de 20 a 23 de julho, o efetivo diário será uma média de 185 policiais militares, 23 policiais civis e 24 homens do Corpo de Bombeiros e três profissionais da Pefoce. Os militares do Corpo de Bombeiros irão autuar com uma ambulância socorrista, uma viatura Auto Bomba Tanque (ABT) e uma viatura de resgate. Eles irão trabalhar na prevenção de acidentes provocados por explosões ou situações afins, quando na operacionalização de trios elétricos e carros de apoio, ou outros materiais que demandem excesso de carga de energia ou combustível. Assim como também em princípios de incêndio, acidentes de trânsito, ou tráfego dentro e fora da Cidade Fortal, além de emergências pré-hospitalares.

A Polícia Civil montou um estande operacional dentro da Cidade Fortal, com escrivães e inspetores, que atenderá à população, no período da micareta, de 17h às 5h. O esquema garantirá o registro de Boletins de Ocorrências (BOs) relativos à perda, furto e roubo de documentos e de pequenos objetos, como celulares. O atendimento a casos apontados como mais graves serão feitos no 9º Distrito Policial. Caso seja necessário, também será utilizado o plantão das delegacias da Criança e do Adolescente (DCA) e de Defesa da Mulher (DDM), além da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Fonte: SSPDS