Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA), da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), do Governo do Estado, completa 18 anos no próximo sábado (26). Contando com leitos de atenção secundária, a unidade foi criada para fortalecer a rede pública estadual, dando suporte e continuidade ao tratamento de pacientes atendidos nas emergências e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Estado.

O HGWA tem como missão prestar um atendimento humanizado aos pacientes. Raimundo Emanuel, filho de Jamira Silva, 31, passou mais de um ano internado na unidade. O garoto de seis anos possui Amiotrofia Espinhal Infantil (AME) e recebeu alta em setembro deste. A mãe não esconde o sentimento de gratidão por toda atenção dada à criança, que continua sendo acompanhada em casa pela equipe do Serviço de Assistência Domiciliar (SAD).

“Só tenho a agradecer ao hospital por tudo que nos proporcionou e nos proporciona até agora. Recebemos todo o suporte dos médicos, dos psicólogos, enfermeiros, assistentes sociais e de todos os profissionais. Serei eternamente grata”,  disse emocionada

Pandemia

Durante a pandemia de coronavírus, o HGWA esteve junto às outras unidades da rede estadual no combate à Covid-19. Ao todo, a unidade destinou 20 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 101 leitos de enfermaria ao atendimento de pacientes diagnosticados com a doença. “Não foi fácil, mas juntamos as nossas forças, alinhamos estratégias e estamos conseguindo superar essa doença”, disse o diretor-geral do hospital, Denys Briand.

Acreditação

Ao longo de 18 anos de história, o HGWA vem se consolidando como unidade que preza pela qualidade e segurança do paciente. Em outubro, a unidade recebeu novamente o certificado de Acreditação com Excelência – Nível 3 da Organização Nacional de Acreditação (ONA). Para Denys Briand, o reconhecimento evidencia a excelência dos serviços prestados pelo hospital. “A recertificação foi um precioso presente que nos enche de orgulho. Comprovou a nossa dedicação e o compromisso com a assistência prestada”, disse.

Atualmente, O HGWA conta com 323 leitos. Desde 2003, o hospital fornece à população o Serviço de Assistência Domiciliar (SAD), que possibilita a desospitalização de pacientes com doenças crônico-degenerativas. A reintegração domiciliar melhora a qualidade da assistência, reduz o número de reinternações, além de garantir o cuidado especializado, humanizado e a otimização dos recursos disponíveis.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp