Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Com objetivo de acompanhar e contribuir com o aperfeiçoamento das bases legais da cultura no Ceará e fortalecer orçamento e política cultural, a Assembleia Legislativa constituiu uma Frente Parlamentar em Defesa da Cultura. Desde o início da pandemia, o setor foi um dos mais afetados pela paralisação de tudo, inclusive com cancelamento de editais por parte da Secretaria Estadual de Cultura.

O requerimento de criação da Frente é de autoria do deputado estadual Renato Roseno (PSOL), subscrito pelo também deputado Guilherme Sampaio (PT).

Presidida por Guilherme Sampaio e com vice-presidência de Renato Roseno, a Frente Parlamentar em Defesa da Cultura é composta ainda pelos deputados Acrísio Sena (PT), Audic Mota (PSB), Augusta Brito (PCdoB), Dr. Carlos Felipe (PCdoB), Elmano Freitas (PT), Érika Amorim (PSD), Fernando Santana (PT), Leonardo Araújo (MDB), Marcos Sobreira (PDT), Queiroz Filho (PDT) e Salmito (PDT).

Roseno destaca a necessidade da criação de um marco legal para a cultura mais sólido e transparente, comprometido com as demandas do setor. Para ele, a Frente possibilita a ampliação de políticas de fomento e incentivo à cultura por meio da mobilização de artistas e produtores e da abertura de canais de diálogo com o governo do Estado, com a Casa Civil e com o Tribunal de Contas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp