Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ministério da Saúde destinou R$ 250 milhões a mais para a ampliação do acesso de pacientes às cirurgias eletivas realizadas no SUS. O incentivo aos municípios é para zerar a fila de espera de cirurgias eletivas de média complexidade e diminuir o tempo de espera daqueles que aguardam por procedimentos agendados. Os 184 municípios do Ceará devem receber ao todo, R$ 10.875.000 para reforçar os procedimentos na área da saúde.

São 53 tipos de procedimentos cirúrgicos que estão na lista, como catarata, varizes, hérnia, vasectomia e laqueadura, além da cirurgia de astroplastia (quadril e joelho) entre outras com grande demanda reprimida identificada.

Em 2018, foram realizadas pelo SUS cerca de 2,4 milhões de cirurgias eletivas em todo o país. Esses procedimentos cirúrgicos são os que não precisam ser realizados em caráter de urgência. Em 2019, até outubro, foram registradas 2 milhões de cirurgias em todos os estados brasileiros. As três cirurgias mais demandadas são oftalmológicas, correção de hérnias e retirada da vesícula biliar.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp