Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente da Executiva Regional do PSDB, Luiz Pontes, abriu o evento de filiação do líder empresarial Chiquinho Feitosa ao partido e afirmou que, a partir desse momento, a sigla vive uma nova era no Ceará. Pontes deu as boas vindas a Chiquinho, que é primeiro suplente de senador, entra para concorrer a um mandato de deputado federal e assumir, a partir do mês de abril, o comando do PSDB. Enalteceu, ainda, a trajetória política de Chiquinho, um filho que a casa torna após uma temporada no DEM.

Após dois mandatos consecutivos como presidente do PSDB, Luiz Pontes disse que chegou a hora de parar, confessou-se cansado, principalmente, por dirigir um partido que está fora do poder, mas destacou que, como um dos membros fundadores do PSDB, é um apaixonado pelo PSDB e que, nessa nova fase, continuará dando a sua contribuição para o fortalecimento da agremiação.

‘’Chiquinho engrandece o PSDB. Meu mandato está se encerrando e agora o Chiquinho assume a presidência do PSDB com a missão de renovar o partido. Portanto, Chiquinho, arregace as mangas e vá trabalhar’’, expôs Luiz Pontes, ao manifestar felicidade por entregar o PSDB a quem o conhece e tem compromisso com a linha de atuação de partido.

Ao confessar o seu amor pelo PSDB, Luiz Pontes disse que fez de tudo para manter o partido forte, reconheceu as dificuldades enfrentadas com um partido que está fora do poder e afirmou que continuará ajudando a sigla para a eleição de boas bancadas à Câmara e ao Senado. ‘’O PSDB é uma criança e amo o PSDB. Vou continuar fazendo tudo pelo PSDB’’, disse o ex-senador.

PRESENÇAS
O evento de filiação de Chiquinho Feitosa ao PSDB teve a participação do presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão, de atuais e ex-deputados estaduais, do prefeito Vitor Valim, de Caucaia, do ex-vice-prefeito de Fortaleza e ex-deputado federal Moroni Torgan e da ex-deputada federal Gorete Pereira.

Gorete e Moroni são pré-candidatos à Câmara, mas, nesta segunda-feira, disseram que ainda não fecharam filiação ao PSDB. O suplente de deputado estadual Carlos Matos, que, também, pretende disputar um mandato de deputado federal, está na lista de possíveis filiados ao União Brasil, mas prestigiou a chegada de Chiquinho Feitosa ao ninho tucano. Matos disse que não decidiu se permanece no PSDB.

+ SAIBA MAIS

Chiquinho agradece incentivo de Tasso para entrar na política e diz que está preparado para a missão de comandar o PSDB

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp