Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

As lideranças do PT e do MDB, sob o aval do ex-presidente Lula, dão sinais de união para defender, de forma conjunta, a candidatura à reeleição da Governadora Izolda Cela nas eleições de 2 de outubro. Com o movimento deflagrado nos bastidores em apoio a Izolda, o ex-prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), enfrenta ainda mais resistência no PT e no MDB para se viabilizar candidato ao Palácio da Abolição.

O presidente da Executiva Regional do MDB, ex-senador Eunício Oliveira, disse, na noite dessa segunda-feira, em Brasília, antes de um jantar com o ex-presidente Lula, que teve a participação de senadores e deputados federais de diferentes partidos, que o MDB senta à mesa para discutir o apoio a Izolda Cela, mas, se o nome for Roberto Cláudio, o partido segue outros caminhos na corrida ao Governo do Estado.

Eunício não citou qual o outro caminho, mas deu a entender que pode subir no palanque da oposição liderada pelo deputado federal Capitão Wagner, que hoje é pré-candidato do União Brasil à sucessão estadual. Há poucos dias, o líder emedebista conversou com Wagner, não fechou acordo, nem alimentou expectativas, mas reafirmou que, como democrata, participa do diálogo com todas as correntes políticas.

EUNÍCIO X ROBERTO CLÁUDIO

O ex-senador Eunício Oliveira é um dos defensores do apoio do MDB ao ex-presidente Lula e, no quadro regional, atua de forma sintonizada com o PT. Eunício tem conflitos com o presidenciável Ciro Gomes, adversário de Lula, e, no Ceará, se opõe a possível candidatura do ex-prefeito Roberto Cláudio a quem atribui a articulação para vereadores e deputados estaduais não apoiavam a sua reeleição ao Senado em 2018. Eunício lembra que saiu do Interior do Estado com uma diferença de 600 mil votos, mas com o movimento liderado pelo então prefeito Roberto Cláudio, perdeu o apoio de vereadores e deputados estaduais na Grande Fortaleza, sendo derrotado nas urnas. A rejeição do MDB à pré-candidatura de Roberto Cláudio pode estar no adágio de que a vingança é um prato que se serve frio.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp