Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Governo do Estado entrega nesta sexta-feira, 25, a Medalha da Abolição 2020-2022 para nove personalidades de áreas diversas de atuação vinculadas ao Estado. A comenda será outorgada pelo governador Camilo Santana e pela vice-governadora Izolda Cela. A cerimônia de 2022 possui também caráter retroativo aos dois anos anteriores, em virtude da pandemia da covid-19.

A principal honraria do Estado será concedida às seguintes personalidades: Socorro França, ex-procuradora-geral de Justiça do Ceará e titular da Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos; Espedito Seleiro, artesão e Mestre da Cultura do Ceará; Tom Cavalcante, humorista, ator, apresentador, radialista e dublador; Maria Nailde Pinheiro Nogueira, desembargadora e presidente do Tribunal de Justiça do Ceará; Capacete Elmo, inovação cearense utilizada no tratamento de pacientes com covid-9; Francisco José Pereira de Lima, o Preto Zezé, presidente da Central Única das Favelas, empreendedor, produtor cultural e musical; Amanda Lyssa de Oliveira Crisóstomo, a Amandinha, jogadora de futsal, tricampeã mundial com a Seleção Brasileira de Futsal e eleita oito vezes a melhor do mundo na modalidade; Cid Ferreira Gomes, senador da República, governador do Ceará por oito anos e ex-ministro da Educação e José Ricardo Montenegro Cavalcante, industrial cearense há 34 anos e atual presidente da Federação das Indústrias do Ceará.

O evento começa às 19h e será realizado no Palácio Abolição.

Medalha da Abolição

A comenda, instituída em 1963, reconhece o trabalho relevante de brasileiros para o Estado do Ceará ou para o Brasil. A escolha é feita por uma comissão, instituída em um decreto.

(*) com informações do governo do Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp