Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O ministro da Educação, Mendonça Filho, deixará o cargo até 5 de abril. O ministro, que participou da sua última cerimônia ao cargo, nessa quarta-feira, 28, quando anunciou a liberação de recursos para a alfabetização.

Mendonça afirmou que conseguiu o aval do presidente da República, Michel Temer, para implementar medidas que ajudarão municípios. “Recebemos autorização do presidente da República para reajustar em 20% o valor do transporte escolar”, afirmou Mendonça, na cerimônia de liberação R$ 523 milhões para o programa Mais Alfabetização nos próximos dois anos. “O orçamento é garantido”, completou.

Mendonça agradeceu ao presidente, disse que esse deveria ser o seu último discurso e afirmou que o período à frente do MEC foi o “mais instigante e desafiador” dos mais de 30 anos de sua vida pública. O ministro disse que se apaixonou pela área e que se sentia muito honrado por ter exercido a função.

Mendonça, que é do DEM de Pernambuco, afirmou ainda que tinha a consciência de que não era possível “mudar a realidade da educação em dois anos”, mas afirmou que a atual gestão deixará “um legado na área”. Michel Temer agradeceu a Mendonça e disse ter a certeza de que Mendonça “continuará fazendo discursos em outros cargos que vier a ocupar”.

Com informações do Jornal Correio Braziliense

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp