Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ministro das Cidades, Bruno Araújo, anunciou, que o programa Minha Casa Minha Vida vai entregar, em 2017, mais 170 mil unidades habitacionais.

De acordo com o ministro, as novas regras do programa permitem que as moradias sejam entregues em municípios com menos de 50 mil habitantes. “Haverá empreendimentos também naquelas cidades pequenas de três, quatro mil habitantes, que merecem também o Minha Casa Minha Vida”, declarou.

O presidente da Caixa Econômica Federal ressaltou a parceria com o Ministério das Cidades em projetos de infraestrutura espalhados pelo País. “Seguiremos ainda hoje para o estado do Paraná, onde assinaremos investimentos para obras de saneamento. São ações que ajudam toda a população brasileira, não só com a moradia, mas também com a infraestrutura”, afirmou Occhi.

O anúncio das novas unidades foi realizado durante a entrega de 192 moradias a famílias que moravam em áreas de risco em São Paulo. As unidades fazem parte do Residencial América do Sul e beneficiarão 768 pessoas com renda mensal de até R$ 1,8 mil.

Habitações em São Paulo

O Minha Casa Minha Vida já contratou 92,2 mil unidades habitacionais na cidade de São Paulo, resultado de um investimento de mais de R$ 8 bilhões. Desse montante, 47,7 mil moradias já foram entregues.

No estado de São Paulo, foram 883 mil unidades contratadas e 600 mil entregues, com investimento de R$ 76 bilhões.

Desde 2003, o governo federal mantém, por meio do Ministério das Cidades, uma carteira de investimentos de R$ 68,7 bilhões no município de São Paulo, investidos nas áreas de habitação, mobilidade urbana, saneamento e infraestrutura. No estado de São Paulo, o investimento é de R$ 156,7 bilhões, sendo R$ 9,7 bilhões só em habitação.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério das Cidades e da Caixa Econômica Federal

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp