Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Crianças de todo o País passarão a ser vacinadas contra a febre amarela a partir do próximo ano. A estratégia foi recomendada por um comitê assessor ao Ministério da Saúde, que a partir de agora deverá definir como a medida será colocada em prática. Em outros locais, a vacinação poderá entrar na rotina. A inclusão da vacina de febre amarela para crianças de todo o País vem sendo estudada pelo Ministério da Saúde desde o início do ano. Técnicos aguardavam apenas o fim da epidemia para que a medida fosse anunciada.

Nessa quarta-feira, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, declarou o fim do surto, o pior registrado no País desde que registros da doença começaram a ser contabilizados. A definição sobre como será a estratégia de inclusão da vacina para todas crianças de 9 meses depende de disponibilidade do imunizante. Técnicos da área temem que, uma vez incorporada a recomendação, não haja disponibilidade da vacina para todos os postos do País.

O Brasil enfrentou este ano a pior epidemia de febre amarela da história. Até 1º de agosto, foram confirmados 777 casos e 271 óbitos pela doença. Para conter o avanço, o Ministério da Saúde intensificou a vacinação em 1.121 municípios nos Estados de Minas Gerais, Rio, São Paulo, Espírito Santo e Bahia.