Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga tem conversados, nos bastidores, com seus articuladores sobre quando o uso de máscaras em ambientes abertos deixará de ser obrigatório no Brasil. A precisão, segundo Queiroga, é de que isso aconteça a partir de novembro. Queiroga arquiteta que, se os números da Covid-19 no País continuarem caindo, o Ministério vai poder orientar o fim da obrigatoriedade no penúltimo mês do ano.

Nessa segunda-feira (13), o Brasil registrou 15.336 casos de média móvel de confirmações de Covid-19. É o menor número desde 20 de maio de 2020, quando o indicador registrou 14.647 infecções, em média.

Nos bastidores, o titular da Saúde ressalta ser pessoalmente favorável ao uso do equipamento de proteção. No entanto, ele diz ser contra tornar a medida obrigatória por meio de lei.

Queiroga tem sido pressionado pelo presidente Jair Bolsonaro. Na segunda-feira, 13, o ministro recebeu do chefe do executivo uma mensagem de WhatsApp com a notícia de que Portugal liberou o uso de máscaras nas ruas .

*&( Com informações Metrópoles

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp