Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O Ministério Público do Ceará (MPCE), por meio do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor), recomendou, nesta terça-feira (17), que a Federação Cearense de Futebol (FCF) suspenda os jogos do Campeonato Cearense enquanto perdurar o estado de emergência de Saúde Pública no Ceará devido o novo Coronavírus (COVID-19). A FCF tem o prazo de 24 horas, a contar do recebimento do documento, para informar ao MPCE quais medidas serão adotadas pela entidade. Caso descumpra a Recomendação, o MP Cearense aplicará multa diária de R$ 10 mil ao órgão máximo do futebol do estado, que ainda será responsabilizado nos âmbitos cível, criminal e desportivo.

Na Recomendação, que também deverá ser encaminhada pela FCF à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Nudtor reforça que ficou acertado, em reunião na sede da Federação de Futebol estadual nessa segunda-feira (16), que a qualquer momento poderia haver mudança de entendimento da entidade em relação a continuidade do campeonato estadual por conta da evolução da epidemia.

O documento também cita a decisão da própria CBF, que decidiu suspender, a partir desta segunda-feira, por prazo indeterminado, todas as competições nacionais sob sua coordenação, destacando que compete às federações estaduais tomarem medidas acerca de seus respectivos campeonatos.

A decisão tomada pela CBF demonstra que não basta realizar jogos com portões fechados, tendo em vista que jogadores, comissões técnicas e imprensa estarão nos estádios, mantendo o risco de transmissão do vírus entre eles e, em momento seguinte, no contato deles com outras pessoas, explica o coordenador do Nudtor, promotor de Justiça Edvando França.

 

(*) Com informações do MPCE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp