Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, criticou, nesta sexta-feira, 18, a decisão tomada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, de bloquear o uso do aplicativo de conversas ‘Telegram' no Brasil e diz que sua equipe vai estudar o assunto para encontrar uma solução.

“Milhões de brasileiros sendo prejudicados repentinamente por uma decisão monocrática. Já determinei a diversos setores do @JusticaGovBR que estudem imediatamente uma solução para restabelecer ao povo o direito de usar a rede social que bem entenderem”, diz a postagem publicada em sua rede social.

A decisão de Moraes foi tomada após o Telegram não atender a decisões judiciais para bloqueio de perfis apontados como disseminadores de informações falsas, entre eles o do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos.

Confira a postagem: