Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O arcebispo de Fortaleza, Dom José Antônio Tosi Marques, anunciou nesta quinta-feira, que as missas presenciais na Capital devem retornar a partir do dia 5 de setembro.

Para isso, a Arquidiocese elencou uma série de medidas para evitar a proliferação da Covid-19, como uso de máscaras; distanciamento social de, no mínimo, 2 metros, mas no caso de fiéis que moram na mesma casa, eles poderão sentar juntos; será feita também a medição da temperatura antes de entrar na igreja; entre uma missa e outra deverá haver um intervalo de 30 minutos, além da desinfecção do ambiente; o uso do álcool gel será recomendado aos fiéis; a hóstia será entrega exclusivamente na mão e não mais colocada na boca.

Pessoas que fazem parte do grupo de risco será sugerido que dê preferência às missas do meio da semana, quando a presença menor de pessoas. E para evitar aglomeração nos fins de semana, cada paróquia poderá ampliar o número de missas no sábado e domingo, mas cada padre só poderá realizar 4 missas por dia.

Casamentos, batismos, crismas e demais rituais católicos também sofrerão adaptações. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp