Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O filho do técnico Abel Braga, João Pedro Braga, faleceu na manhã deste sábado. O informe foi feito pelo site oficial do Fluminense, em um comunicado da assessoria do clube no início da tarde.

O jovem tinha 18 anos e caiu da janela do apartamento onde mora a família de Abel, no bairro do Leblon. A causa da morte ainda não foi divulgada, e o clube não deu maiores detalhes sobre o ocorrido.

“O Fluminense Football Club, seu presidente, vice-presidentes, diretores e funcionários prestam suas condolências e manifestam sua solidariedade ao técnico Abel Braga e sua família neste momento de tristeza pela morte de seu filho João Pedro.

 

Abel Braga comandou o treino do time neste sábado e, após saber do ocorrido, não viajou com o elenco para Campinas, palco do jogo diante da Ponte Preta, marcado para este domingo. A diretoria do clube carioca pediu à CBF para que a partida fosse adiada, e a entidade atendeu o pedido, remarcando o confronto para o dia 9 de agosto. Confira a nota oficial abaixo:

“A Diretoria de Competições da CBF informa que a partida Ponte Preta x Fluminense, pelo Brasileirão – Série A, marcada para este domingo (30), está adiada para o próximo dia 9 de agosto (quarta-feira). A decisão foi tomada em decorrência do trágico falecimento de João Pedro Braga, filho de Abel Braga, técnico do Fluminense Football Club.

O horário da referida partida e os devidos ajustes na tabela serão publicados na próxima segunda-feira (31). As alterações mantêm o equilíbrio e a sequência técnica, em especial quanto aos jogos em casa e fora de casa, de ambas as equipes.

A CBF lamenta profundamente e expressa sua solidariedade ao técnico Abel Braga e seus familiares.”

A assessoria de imprensa da Polícia Civil do Rio informou apenas que foi instaurado inquérito policial na 14ª Delegacia de Polícia (Leblon), para apurar as circunstância da queda e da morte do filho de Abel. “Não há outras informações a serem transmitidas no momento”, diz a nota enviada pela Polícia Civil.

As demais equipes do futebol brasileiro também se sensibilizaram com a tragédia ocorrida com o técnico do Fluminense. No Twitter, a hashtag #ForçaAbel se tornou a mais compartilhada no Brasil.

Com informações O Estado de São Paulo